Slide Título 1

Aqui você adiciona uma descrição do post em destaque.

Slide Título 2

Aqui você adiciona uma descrição do post em destaque.

Slide Título 3

Aqui você adiciona uma descrição do post em destaque.

Slide Título 4

Aqui você adiciona uma descrição do post em destaque.

Slide Título 5

Aqui você adiciona uma descrição do post em destaque.

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Como saber qual linha usar para costurar


Como saber qual linha usar para costurar


Costurar é algo transmitido de geração para geração . Desde os primórdios, ligar um tecido a outro ou transformar uma pele de animal ou tecido vegetal em uma vestimenta, contou com invenções muito interessantes. Na nossa época mais moderna, existem gamas muito grandes e específicas de linhas para diferentes tipos de tecidos e finalidades.
Abaixo, vamos conhecer os tipos de linhas adequados para cada um deles, para que não haja retrabalhos ou erros de combinações. Vamos começar conhecendo os tipos de linha
 
  1. 1
    Como saber qual linha usar para costuraralgodão

    Categoria mercerizada :
    Ideais para viscose, seda pura, cambraia, linhobrins, , popeline, chitão, cretone, tricoline, e outros tecidos a base de fibra natural. Indicadas também são as agulhas 7, 8 ou 9 para costurar a mão para tecidos médios e finos. Para costurar com máquina, as agulhas são 11 ou 14. Este tipo de linha apresenta uma gama de cores muito grande , fácil de combinar com quase todos os tecidos.
  2. 2
    Linhas glacê

    Encorpadas e resistentes, porém encontradas nas cores branca e preta somente. Ideais para couros, lonas, brins grossos. A espessura delas varia entre 24 (mais grossa), 30, 40 e 50 (quanto maior a numeração mais fina). Por serem mais resistentes que a mercerizada, são bem vindas quando o assunto é abrasão e atrito de tecido para trabalhos mais duros.
  3. 3
    Sintéticas para pespontar

    São macias e maleáveis . Indicadas para acabamentos e detalhes . Ótimas para pontos, pregar botões, alinhavar, fazer casas e bainhas pois deslizam na agulha e amarram bem. Para costura à mão, use agulhas 3 ou 6 e a máquina, 16 ou 18.

  4. 4
    Linhas comuns de poliéster

    Indicadas para microfibra, seda, tafetá, lingerie, cotton lycra, crepe, camurça, plush, meia, suedine, malha, lycra e todos os demais tecidos sintéticos.
    Utilize agulhas 7, 8 ou 9 para tecidos médios para costurar a mão, e 11 ou 14 para costurar à máquina. Número 3 a mão ou 16 ou 18 a máquina para tecidos mais espessos.
  5. 5
    Linhas mistas
    São muito dinâmicas por serem mistura de poliéster e algodão.
  6. 6
    Alguns pontos principais:

    Tecidos feitos com fibras naturais e que sejam delicados devem ser costurados com linhas de algodão; ou do contrário, as linhas sintéticas podem danificar os tecidos naturais.
  7. 7
    Caso o tecido seja de algodão, mas seja grosso, utilize linhas sintética , que são mais resistentes .
    Da mesma maneira , ao utilizar linhas de algodão para a costura em tecidos sintéticos , depois de lavado , pode ocorrer o franzimento do tecido pelo fato de a linha ter encolhido. Também pelo fato de uma maior elasticidade nos tecidos sintéticos, ao expandirem-se podem arrebentar a linha durante o uso diário.
  8. 8
    O fator temperatura deve ser observado também. Linha de poliéster em roupas de linho , por exemplo , podem ao utilizar-se o ferro de passar em temperaturas altas, simplesmente ser derretidas.
  9. 9
    No caso de usar-se linhas metálicas em tecidos de cor clara, o perigo é a ferrugem provocada por umidade do tempo , suor , ou na lavagem , o que pode manchar irreversivelmente as áreas costuradas.
  10. 10
    Outros pontos também devem ser considerados :

    Força – O tecido precisa de uma linha tão forte quanto. Para saber se ela não vai arrebentar, faça o teste de tentar rompê-la com a mão. Use um pano entre os dedos e a linha para evitar que se machuque.
  11. 11
    Suavidade – Linhas lisas para tecidos leves e lisos ; linhas grossas e fortes para tecidos que tenham características mais encorpadas . Uma dica, é sentir com os lábios se a linha é lisa. De vagar , só para sentir se há aspereza . Tome cuidado para não fazer velozmente e machucar os lábios. 
  12. 12

    Espessura – Para trabalhos com bordados e decoração, use linhas mais fortes e grossas . Para tecidos finos, que apareçam demais as intervenções da linha, use linhas mais delicadas e menos espessas. Lembre-se que linha deve, em caso não decorativo, sumir no tecido. Se o tecido tiver estrutura mais aberta em sua composição, as linhas grossas são a melhor escolha para que não se soltem e desencadeiem uma descosturarão generalizada. 
  13. 13
    Elasticidade – Proporcionalmente roupas com maior elasticidade precisam de linhas mais elásticas . Um exemplo são as roupas de exercícios em lycras ou elastano . Teste a elasticidade da linha, puxando-a sobre uma superfície e medindo com uma régua até onde ela vai antes de ser arrebentada. O tecido pode ser um parâmetro de elasticidade, medindo até onde ele vai ao ser estendido. 
  14. 14
    Como saber qual linha usar para costurarCor – Dependendo da sua intenção, as cores podem ser exatamente iguais a do tecido, ou mesmo um tom sobre tom. Caso queira e tenha habilidade em combinar, podem ter tonalidades diferentes. Caso trate-se de listras ou xadrez, escolha a linha na tonalidade mais escura das estampas. Detalhes claros com base escura são melhor percebidos pelo olho do que detalhes escuros em bases claras , uma vez que cores claras mostram maior expansão na ilusão de ótica.

  15. 15
    Linhas são artefatos que devem ficar escondidos ao máximo. Mas quando faltam, são percebidos de imediato, transformando o visual numa catástrofe, uma vez que roupa rasgada pode causar muito embaraço, e até, dependendo do uso, colocar em risco a segurança. Escolha bem e aproveite as variedades.

Milan Fashion Week Street Style F/W 2012 Special Bags


Inspiration!!!!